Som de Segunda: Retrospectiva Kings of Leon

14068548_10154077086251107_1387417064461864361_oDemorou, mas o Kings of Leon lançou disco novo esta semana. WALLS, que saiu na sexta-feira, trás a banda cheia de gás e com ótimas canções, reafirmando a qualidade e o talento já registrado nos outros seis álbuns. O novo trabalho reúne canções que são a cara do grupo, algumas melódicas e outras mais solares, como “Around The World” e “Waste a Moment”. Pra relembrar a carreira da banda, o Som de Segunda de hoje faz uma retrospectiva dos sete álbuns dos americanos e seleciona uma música de cada álbum para você curtir.


Youth and Young Manhood (2003)

O primeiro registro da banda tem bastante influência da música country, que é bem popular em Nashville, cidade natal dos Followill. O trabalho fez a banda ficar conhecida em todo mundo principalmente pelo single “Molly’s Chambers”. Outros destaques do trabalho são “Holy Roller Novocaine” e a ótima “California Waiting”.


Aha Shake Heartbreak (2004)

No ano seguinte, o quarteto se manteve em alta com seu segundo disco, ainda mantendo as influências da música country. Com esse trabalho, eles foram convidados para abrir a turnê do U2 e ainda veio ao Brasil pela primeira vez, na edição de 2005 do Tim Festival, junto com The Strokes. Entre os destaques do disco estão “King of The Rodeo”, “Milk”, “Four Kicks” e “The Bucket”.


Because of The Times (2007)

O disco abre com a incrível “Knocked Up”, com mais de sete minutos e nada cansativa. O álbum já começa a dar sinais do que viria no trabalho seguinte. Ainda assim, é possível sentir a raiz da banda em faixas como “Black Thumbnail”, “Fans” e “McFearless”. Outros destaques são “True Love Way”, “Charmer” e “On Call”.


Only By The Night (2008)

E então veio a explosão. Foi com esse disco que os irmãos (e o primo) Followill alcançaram um público ainda maior com hits como “Sex on Fire” e “Use Somebody”. O trabalho apresentou uma sonoridade grandiosa, que se encaixa no chamado rock de arena, e um pouco mais melancólica. Por canções como “Manhattan”, “17”, “Cold Desert” e “Notion”, o trabalho pode ser considerado o mais acessível e talvez o melhor trabalho deles. Aqui o destaque fica para a bela “Closer”.


Come Around Sundown (2010)

Ainda na pegada do indie rock de arena, o disco chegou com o single “Radioactive” como um ótimo cartão de visitas. Entretanto, há uma certa retomada às origens em faixas como “Mary”, “No Money” e “Back Down South”. Também chamam atenção a melancólica “Pyro” e “The Face”.


Mechanical Bull (2013)

Com a mesma pegada do disco anterior, Mechanical Bull, transita entre as faixas mais animadas – “Supersoaker”, “Temple”, “Rock City” – e as melódicas – “Comeback Story”, “Wait For Me”. O trabalho não é dos melhores da banda, mas ainda traz momentos grandiosos, como “Beautiful War”.


WALLS (2016)

Como já falei lá em cima, apesar de faixas bem pra cima, o clima do novo trabalho é mais melódico, suave, sem tanta agitação. Mas o álbum vale (muito) a pena, principalmente por canções inovadoras para a carreira da banda, como o bolero indie “Muchacho”, a sombria (e levemente dançante) “Over” e a doce “Conversation Piece”. Os destaques ficam para os singles revelados antes do lançamento “Reverend” e “WALLS”.

Sobre o Autor

PH Rosa
Jornalista, autor de contos que nunca viram a luz do dia, viciado em música e comprador compulsivo de livros, discos e tênis. Se diz bom amigo, mas prefere ir ao cinema sozinho. Ama descobrir novos sons e escrever sobre canções que causam arrepio.

Comentários
O Trailer da Terceira Temporada de OITNB Tá Bom Demais!
sexta-feira, 18h49
O Trailer da Terceira Temporada de OITNB Tá Bom Demais!

    Coisas boas acontecem para quem espera: o primeiro trailer da terceira temporada de Orange is The New Black (OITNB para os íntimos) está finalmente aqui.     Algumas…

Ver Post
Matthew Vaughn revela o futuro da franquia Kick-Ass
quinta-feira, 16h38
Matthew Vaughn revela o futuro da franquia Kick-Ass

Parece que mesmo sendo um fracasso de crítica e bilheteria Kick-Ass tem planos de ganhar continuação e não só uma e sim duas. Matthew Vaughn em entrevista ao Yahoo revelou…

Ver Post
Visão Ganha Um Cartaz Solo Em Os Vingadores 2: A Era Ultron
quinta-feira, 18h55
Visão Ganha Um Cartaz Solo Em Os Vingadores 2: A Era Ultron

    Finalmente conseguimos ver por completo um dos personagens que estão fazendo suspense em Os Vingadores 2: A Era de Ultron. Visão, interpretado por Paul Bettany, é criado a partir…

Ver Post
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com