Som de Segunda: 3 Discos Nacionais Para Deixar no Repeat

Letrux

Até agora, 2017 tem se mostrado um ano muito produtivo para a cena da música alternativa do Brasil. Artistas de diferente estilos estrearam ou mostraram algo novo em materiais inéditos. Para começar bem esta semana, separei três lançamentos recentes que merecem destaque. Confira.


Japanese Food – Giovani Cidreira

O artista baiano chega com seu primeiro trabalho, Japanese Food (Balaclava, 2017), repleto de referências ao passado da música brasileira, mas com um olhar no que é produzido hoje. É possível perceber inspiração no clássico disco do tênis, de Lô Borges, e ao Clube da Esquina. O álbum é delicado, mas tem uma potência roqueira em algumas faixas. “Festa de Judas” é um dos melhores exemplos da mistura do clássico com o pop, enquanto “Estrada Provisória” mostra o potencial de cancioneiro e letrista de Giovani.


Unlikely – Far From Alaska

Quase uma fauna, o novo trabalho do grupo potiguar traz uma série de elementos que formam o som pesado já apresentado no ótimo modeHuman (Deck, 2014). Em três anos, a sonoridade deles está mais aprimorada, só que um tom mais pop. “Cobra” abre Unlikely (Elemess, 2017) com a força já conhecida. A novidade fica a cargo de faixas como a melódica e pouco doce “Elephant” e na levada pop de “Pelican”. “Pizza”, uma das poucas que não tem nome de animal, traz uma ponte sintetizada e quase lisérgica, que lembra de longe Tame Impala. E “Coruja” é pesada e pegajosa, uma bela faixa de encerramento.


Letrux Em Noite de Climão – Letrux

Estreando em carreira solo, Letícia Novaes, já conhecida do duo Letuce, fez um álbum com um belo climão, como apontado no título. Letrux em Noite de Climão (Joia Moderna, 2017) tem músicas mirando nas pistas de dança, algumas com uma atmosfera mais noir, como na abertura “Vai Render”. O pop de “Ninguém Perguntou Por Você” e “Noite Estranha, Geral Sentiu” é contagiante e leva o ouvinte aos anos 70. “Puro Disfarce” traz uma ótima dobradinha com Marina Lima, que aparece como referência em outras faixas do disco. Outras pérolas são “Coisa Banho de Mar”, cujo vocal lembra Rita Lee no início dos anos 1980, e “5 Years Old”, que tem um ar grunge meio despretensioso.

Sobre o Autor

PH Rosa
Jornalista, autor de contos que nunca viram a luz do dia, viciado em música e comprador compulsivo de livros, discos e tênis. Se diz bom amigo, mas prefere ir ao cinema sozinho. Ama descobrir novos sons e escrever sobre canções que causam arrepio.

Comentários
Rogue One: Uma História de Star Wars – Crítica
sábado, 16h05
Rogue One: Uma História de Star Wars – Crítica

Rebeldia Domesticada Direção: Gareth Edwards Elenco: Felicity Jones, Diego Luna, Forest Whitaker, Mads Mikkelsen, Ben Mendelsohn Roteiro: Tony Gilroy, Chris Weitz Quando Rogue One foi anunciado, eu fiquei nervoso. Não sou um…

Ver Post
“Trainspotting 2” Começa A Ser Rodado Na Escócia
quinta-feira, 18h44
“Trainspotting 2” Começa A Ser Rodado Na Escócia

    Autor do livro Irvine Welsh havia dito originalmente que as filmagens não começariam antes de Maio Para os que estavam preocupados de que a continuação de Trainspotting não…

Ver Post
Para Onde Vai Transparent?
terça-feira, 17h55
Para Onde Vai Transparent?

    2015 não tem sido um ano fácil, não é mesmo? Nessa reta final parece que os roteiristas da vida ficaram loucos, e pra descansar do drama da realidade…

Ver Post
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com