O Insulto – Crítica

1 vote, average: 4,00 out of 51 vote, average: 4,00 out of 51 vote, average: 4,00 out of 51 vote, average: 4,00 out of 51 vote, average: 4,00 out of 5 (1 votes, average: 4,00 out of 5)
You need to be a registered member to rate this post.

O Insulto crítica

Direção: Ziad Doureiri

Elenco: Adel Karam, Christine Choueiri, Kamel El Bacha

Roteiro: Ziad Doueiri , Joelle Touma

Era para ser um caso banal. Porém, o novo filme do diretor Ziad Doureiri vai da superfície à profundidade das relações humanas. A calha vazante, irregular numa pequena varanda de Beirute, é o estopim para um desentendimento. Melhor, para “O insulto”. Tão simples que poderia ter acontecido com qualquer um. E ocorreu com o próprio cineasta, inspirando o longa libanês, o primeiro do país indicado a Melhor Filme Estrangeiro no Oscar. Justo. A obra é de uma dimensão universal. A natureza humana é intrínseca a todas as culturas, todos os povos. E o filme prova isso.

Toni (Adel Karam), um libanês cristão, entra em confronto com Yasser (Kamel El Basha), um refugiado palestino, após se desentenderem. No desenrolar da trama, passado e presente se unem para explicar o embate sem motivo aparente. Palavras trocadas de maneira inflamadas carregam simbolismos. A escolha cautelosa do que é dito é proposital para ferir o outro. As frases curtas despejadas são carregadas de preconceitos.

Na cultura árabe as palavras têm valor maior do que qualquer documento. Toni, sem conseguir um pedido de desculpas, decidi levar o caso a um tribunal. Ele reforça diversas vezes, não busca indenização em dinheiro. A vontade é o oponente retirar o que disse e, expressado indiretamente, se sentir inferior. É num jogo de representatividade formado ao longo de décadas a partir de um quebra-cabeça histórico (explicado para quem não tem afinidade com o tema)  que os indivíduos são construídos. Sem herói e sem vilão, a dupla com traços de personalidade semelhantes almeja reforçar a própria identidade diante do outro.  O interesse político e o apelo sentimental são alicerces poderosos, apresentados na figura do patrão de Yasser e da esposa de Toni.

Enquanto no julgamento, alongado por dias, os personagens são desmontados e refeitos a partir de acusações e defesas, na rua a população toma partido na escolha de um lado. O caso se desdobra de maneira tão intensa que o presidente tenta intervir. A política é elemento fundamental, servindo de base da narrativa e de pólvora num barril prestes a estourar. Combinação perigosa entre discursos inflamados direcionados a pessoas de pavio curto. Nenhuma mera coincidência em tempos de extremismo político diante da crise dos refugiados.

Voltemos ao filme.

A essência dos personagens Toni e Yasser (tão firmes e tão fechados) constrói e desconstrói o modo como o espectador vê cada um. Em fragmentos os dois mostram o orgulho e a mágoa que ditam as rédeas da situação. “O Insulto” é um processo de empatia em que corremos de um lado para o outro sem saber quem apoiar. Ambos estão certos. Ambos estão errados. A escolha é passível de mudança a partir dos detalhes tomados como verdade.

Trailer

Sobre o Autor

Carol Callegari
Fã de Oasis. Devoradora de pizza e tweets e tentando incluir mais livros na dieta. Jornalista nas horas vagas e ocupadas. Admiradora da cultura do Oriente Médio. E acredita em um montão de coisas, incluindo o Bob Dylan ser um gênio e o Elvis Presley estar vivo.

Comentários
Disney Anuncia o Retorno de Mary Poppins
quinta-feira, 0h06
Disney Anuncia o Retorno de Mary Poppins

  A Disney anunciou em um release oficial novos detalhes sobre a continuação do clássico Mary Poppins. Mary Poppins Returns (ainda sem título em português) será protagonizado por Emily Blunt,…

Ver Post
A Banda Gabi e Os Supersônicos Lança Videoclipe do Single “Questione Por Favor (Problema do Sistema)”
segunda-feira, 21h02
A Banda Gabi e Os Supersônicos Lança Videoclipe do Single “Questione Por Favor (Problema do Sistema)”

  O novo single da banda Gabi e Os Supersônicos não poderia ter chegado em uma hora melhor. No cenário político atual, não é difícil encontrar culpados para o estado em que…

Ver Post
A Qualquer Custo – Crítica
sexta-feira, 17h22
A Qualquer Custo – Crítica

Onde Os Velhos Não Têm Vez Direção: David Mackenzie Elenco: Jeff Bridges, Chris Pine, Ben Foster Roteiro: Taylor Sheridan É necessário um tipo especial de pessoa para compreender a violência. Muitos conseguem…

Ver Post