Mozart in The Jungle: O Que Você Precisa Saber Sobre a Segunda Temporada


Desafinando

mozart-in-the-jungle-pipoca-e-guarana

 

Recentemente, Mozart in the Jungle conquistou o Globo de Ouro por melhor série e ator na categoria comédia/musical. Gael Garcia Bernal carrega o seriado nas costas mas será que essa segunda temporada faz jus ao prêmio da primeira?

A primeira temporada me chamou atenção pelo ambiente em que a história se passa: a orquestra sinfônica de Nova Iorque. O universo da música clássica, e principalmente seus bastidores, são pouco acessíveis. Logo, foi fácil criar empatia com Hailey (Lola Kirke) a jovem musicista que sonha em fazer parte desse seleto grupo de músicos. Porém, Hailey, que antes dividia o holofote com Rodrigo (Gael Garcia Bernal), está na sombra nessa segunda temporada. A personagem aprende a dizer não a Rodrigo mas ainda assim sua principal função fica sendo o drama amoroso entre seu namorado, Rodrigo e outros homens que aparecem em seu caminho. Fiquei com saudades da Hailey cujo dilema era ser boa o bastante para o seu sonho.

Dessa vez a série é mais sobre Rodrigo que percebe não ser mais o prodígio. Novos maestros, mais jovens e talentosos, virão para substituí-lo e talvez seu dom e carreira estejam em risco. Um dos pontos mais interessantes dessa temporada é quando Rodrigo e a orquestra vão ao México e conhecemos aquele que foi seu mestre. Mas o mérito de Mozart in the Jungle não é a trama, e sim os detalhes bem construídos, bons diálogos, humor sutil e belas atuações.

A série é um co-criação de Roman Coppola, Jason Schwartzman e Paul Weitz. Três pessoas totalmente diferentes com obras de gênero e humor bem distintas. O fato é que Mozart in the Jungle não poderia ter existido cinco anos atrás. Essa é uma série de nicho, com um tom bem específico entre comédia e drama (e na minha opinião, perdida no meio do caminho com muito pouco de ambos os gêneros.)

 

Sobre o Autor

Eric Bitencourt
Não vê todos os filmes que devia, não assiste todas as séries que devia e nem ouve todas as músicas que devia. Mas tenta. Formado em Cinema no Rio, Eric vive em Köln, na Alemanha, onde se dedica a estudar e escrever para novas mídias.

Comentários
Binge-Watching: Por que Sou Contra
quarta-feira, 14h20
Binge-Watching: Por que Sou Contra

Quem nunca passou por uma situação parecida: após anos de insistência de seus amigos, você finalmente decide dar uma chance para aquela série e descobre que ela é muito boa;…

Ver Post
Aquecimento Foo Fighters – Top 10 Clipes: #5
segunda-feira, 20h32
Aquecimento Foo Fighters – Top 10 Clipes: #5

  O Foo Fighters está prestes a completar 20 anos mas, para alegria dos fãs, a banda está apagando essas velinhas fazendo a sua paixão pela música arder como nunca. Além de…

Ver Post
Som de Segunda: O Voo Alto do Young The Giant
segunda-feira, 16h51
Som de Segunda: O Voo Alto do Young The Giant

  Parece que o Young The Giant está encontrando seu caminho a cada disco. Depois do melancólico disco de estreia (2010) e do elétrico Mind Over Matter (2014), o grupo americano…

Ver Post
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com