Álbum Review: ‘Sound & Color’ – Alabama Shakes

 

2015

A velocidade com que os artistas pop lançam discos às vezes parece um tanto exagerada. Pode ser para manter o nome na mídia, ou porque realmente há muita produção, muito conteúdo e ou muita demanda por determinado artista. Aí quando um artista demora mais de dois anos para mostrar material novo, cria-se uma expectativa e ansiedade que muitas vezes é difícil de controlar, dependendo do nível do fã.

E expectativa é uma boa palavra para definir a espera de três anos por um disco novo do Alabama Shakes. A banda, que trabalha com uma estética toda retrô e foi super aclamada pelo seu primeiro disco, lançou nesta terça-feira seu segundo trabalho, o climático Sound & Color (ATO Records – 2015). Se em Boys & Girls (ATO – 2012), as referências eram todas voltadas para o blues, neste novo álbum a banda se arrisca por outras praias, mas ainda com filtro do passado, de onde vem toda a inspiração de Brittany Howard e companhia.

A mudança é evidente, mas leve, e fruto de uma maturidade adquirida pelos dois anos que a banda rodou pelo mundo tocando exaustivamente, sempre com performances viscerais. Isso fica perceptível no primeiro single dessa nova safra, “Don’t Wanna Fight”. Cheia de swing, a faixa tem referências de funk – aquele clássico, não o batidão – e R&B, com potencial de animar qualquer festa mais alternativa.

“Sound & Color” já apresenta uma faceta mais viajante e psicodélica, que vai se desenvolvendo ao longo de outras faixas repletas de reverbs e vocais dobrados. Já “Dunes” traz o melhor dos dois mundos. A pegada blueseira do primeiro disco com uma camada mais climática que nos leva de volta aos anos 70 da forma mais agradável possível.

Agradável – na verdade, muito mais que isso – é “Guimme All Your Love”, outro single lançado como prévia do trabalho. Do jeito que só Brittany sabe fazer, a canção apaixonante apunhala o ouvinte com sua levada soul arrastada que se transforma em uma outra música a partir da segunda metade, com sintetizadores, fuzz e a voz estrondosa da vocalista. Um som do cacete!

Mas o álbum também traz a ensolarada “Guess Who”, além de “The Greatest” e a ótima “Shoegaze” que têm uma pegada southern rock.

A parte final tem ótimas surpresas. “Miss You”, apesar não ter nada de novo na sonoridade e lembrar “You Ain’t Alone”, é uma ótima canção. Mas o destaque fica mesmo para “Gemini”, uma jam repleta de nuances que, apesar do ritmo marcado, provocam diferentes sensações durante seus seis minutos e meio. “Over My Head” encerra o trabalho no mesmo clima da abertura, com os vocais novamente dobrados, palmas bem empregadas e uma passagem trip-hop. Porém agora o tom se aproxima dos clássicos românticos que tocam nas rádios “adultas” no fim da noite.

Sound & Color parece um disco relaxado, feito por quem ama música e não se preocupa com o tempo de produção, mas com a qualidade e a emoção impressas em cada arranjo e em cada letra. O álbum revela uma banda viajada e experiente, apesar do pouco tempo em atividade. É um bom começo para quem ainda não conhece e quer se surpreender com novos sons.

Ouça o disco:

 

Sobre o Autor

PH Rosa
Jornalista, autor de contos que nunca viram a luz do dia, viciado em música e comprador compulsivo de livros, discos e tênis. Se diz bom amigo, mas prefere ir ao cinema sozinho. Ama descobrir novos sons e escrever sobre canções que causam arrepio.

Comentários
Som de Segunda: Discos Para Ouvir Antes que o Ano Acabe (Parte 1)
segunda-feira, 16h53
Som de Segunda: Discos Para Ouvir Antes que o Ano Acabe (Parte 1)

  Em um ano de muitos lançamentos e muitas surpresas, é comum que alguns passem um pouco despercebidos ou não chamem tanto a atenção da mídia e do público. Outros…

Ver Post
Inumanos Ganha Novo Trailer…E o Veredito Não é Muito Bom
quinta-feira, 17h21
Inumanos Ganha Novo Trailer…E o Veredito Não é Muito Bom

Os fãs da Marvel ficaram animados quando a ABC anunciou que estaria produzindo uma série baseada nos Inumanos. À princípio, os personagens seriam introduzidos no Universo Cinemático da Marvel, porém,…

Ver Post
Quinta da Nostalgia: Top 5 – Filmes da Xuxa
quinta-feira, 15h06
Quinta da Nostalgia: Top 5 – Filmes da Xuxa

  Maria da Graça Meneghel, a nossa Xuxa, é um forte nome e uma grande marca na história da televisão brasileira. Apresentadora, atriz, cantora infantil, modelo, vencedora de dois Grammy Latino, empresária,…

Ver Post